Para promover um ambiente de trabalho seguro e saudável, livre de riscos que prejudiquem os trabalhadores, as empresas precisam elaborar maneiras de lidar com os imprevistos. Isso pode ser feito por meio de uma gestão ocupacional eficiente.

A gestão ocupacional é uma área que estuda o impacto que o ambiente de trabalho causa na saúde dos trabalhadores. A partir daí, formulam estratégias que minimizam os danos.

Se você quer proporcionar um ambiente mais seguro e saudável em sua empresa, continue acompanhando a leitura e confira mais sobre o que é gestão ocupacional e como ela pode beneficiar o seu negócio.

O que é gestão ocupacional?

A gestão ocupacional mapeia todas as situações que podem oferecer algum tipo de risco para os trabalhadores. Com base nos riscos identificados, devem ser elaboradas medidas para prevenir a ocorrência deles.

Então, o primeiro passo para fazer a gestão ocupacional é reconhecer os principais indicadores de riscos, como quais são as causas de afastamento. Em seguida, defina o que pode ser feito para diminuir ou eliminar cada ameaça identificada, como a necessidade de mais treinamentos ou utilização de equipamentos de segurança.

Implante um sistema de gestão de saúde e segurança ocupacional. Ele permite automatizar funções e padronizar os procedimentos, como a emissão de documentos e laudos médicos.

Os dados lançados no sistema podem ser utilizados como indicadores de produtividade que permitem priorizar as ações e metas. Também possibilitam ficar de olho na qualidade de vida dos trabalhadores, por meio da checagem do histórico de saúde e a propensão ao desenvolvimento de doenças.

Para realizar a gestão ocupacional, é importante contar com um profissional específico, como o médico do trabalho. Sua empresa também consegue contar com o apoio de consultorias especializadas para realizar a gestão de maneira eficiente.

Por que ela é importante para as empresas?

Reduz os valores de recolhimento

Quando a empresa investe em medidas de segurança, acaba reduzindo os valores de recolhimento do Seguro Acidente de Trabalho (SAT). Pois instituições com mais casos de acidentes de trabalho pagarão mais impostos, a partir da variação do Fator Acidentário de Prevenção (FAP).

Elimina as causas de acidente

Alguns riscos que causam acidentes no ambiente podem ser eliminados, principalmente aqueles que dependem da conduta dos trabalhadores, como quedas, cortes e queimaduras. Para tanto, é preciso disponibilizar equipamentos de segurança, inserir sinalizações e treinar os funcionários.

Corrige irregularidades

Uma gestão ocupacional eficiente também contribui na diminuição da margem de erro. Um vez que, com a identificação dos riscos relacionados à saúde e segurança do trabalhador, podem ser realizadas medidas corretivas em procedimentos ou equipamentos que apresentem irregularidades.

Oferece qualidade de vida aos funcionários

Um dos principais ganhos com a gestão ocupacional é o aumento na qualidade de vida dos funcionários. Isso é possível pela redução de riscos, o que gera um sentimento de segurança na equipe que também se reflete no aumento da produtividade.

Como vimos, os acidentes provenientes de atos inseguros podem ser evitados e, até mesmo, eliminados. Quem descumpre as normas está passível de medidas disciplinares e demissões. Quanto às condições inseguras, podem ser tomadas medidas administrativas e de engenharia, como a troca de maquinários e layout do local de trabalho.

Quer melhorar a gestão ocupacional em sua empresa? Então, entre em contato conosco! Podemos ajudar você a manter a sua empresa segura.