Você conhece a NR 35, geralmente conhecida como a norma para trabalho em altura? É essencial que as empresas conheçam a diretriz para que possam evitar a ocorrência de acidentes no ambiente de trabalho e não sofrer punições legais e trabalhistas.

Sendo assim, acompanhe este artigo e confira os principais pontos abordados na NR 35. Boa leitura!

O que é e para que serve a NR 35?

A Norma Regulamentadora nº 35 estabelece os requisitos mínimos para trabalho em altura. Ou seja, qualquer atividade que esteja sendo executada acima de dois metros do nível inferior — e que ofereça riscos relacionados a essa distância — deve seguir os requisitos da NR 35 para garantir a segurança e saúde do trabalhador.

As quedas de altura, por falta de equipamentos de segurança adequados ou imprudência por parte dos trabalhadores, é uma das causas mais comuns de acidentes fatais nos ambientes de trabalho em altura, principalmente no âmbito da construção civil.

Tais acidentes podem provocar lesões fatais que limitam ou mesmo incapacitam o colaborador de continuar exercendo uma atividade laboral. Por esse motivo, o objetivo da NR 35 é diminuir esse tipo de ocorrência que gera inúmeros impactos negativos tanto para os empregadores quanto para os colaboradores.

Para a empresa, além da perda de um profissional capacitado, ela pode acumular prejuízos financeiros, sofrer processos trabalhistas e ter a sua reputação prejudicada. Para que isso não ocorra, a NR 35 exige que as empresas ofereçam treinamento e capacitação aos colaboradores.

Além de disponibilizar equipamentos de proteção individual, equipes de emergência e desenvolvimento de planejamento e execução das atividades de segurança devem ser providenciados o quanto antes.

Quais são as responsabilidade do empregador e do colaborador?

Para evitar os acidentes de trabalho, tanto empregador quanto colaborador devem cumprir com as suas obrigações. No item 35.2.1, a NR estabelece as responsabilidades do empregador, as quais são:

  • garantir a implementação de medidas protetivas conforme a NR 35;
  • assegurar a realização da análise de riscos;
  • assegurar a realização de avaliação prévia dos riscos e criar medidas de segurança;
  • garantir aos trabalhadores as informações sobre os riscos e medidas de controle;
  • assegurar a suspensão dos trabalhos quando houver situações de risco não prevista ou não eliminadas, entre outras.

Já as responsabilidades dos colaboradores são descritas no item 35.2.2 e consistem em:

  • cumprir as disposições da NR 35 e os procedimentos expedidos pela empresa;
  • colaborador com a implementação das normas;
  • interromper o recusar-se a continuar realizando as atividades diante de evidências de riscos graves;
  • zelar por sua segurança e a de seus colegas que possam ser afetados por suas ações ou omissões no ambiente de trabalho.

Como os treinamentos podem contribuir com o cumprimento da norma?

De acordo com a Norma Regulamentadora nº 35, as empresas são responsáveis por oferecer capacitação e treinamento para os seus colaboradores realizarem o trabalho em altura.

O treinamento é uma ferramenta essencial, que disponibiliza conhecimentos técnicos e teóricos sobre os riscos e medidas preventivas. Dessa forma, os colaboradores podem prevenirem-se para diminuir ou eliminar os acidentes. A capacitação e o treinamento devem ter uma carga mínima de 8 horas e ser realizados durante a jornada de trabalho.

Além disso, devem ser abordados conteúdos como: condutas em situações de emergência, apresentação dos acidentes típicos, equipamentos de proteção individual, análise de riscos e situações impeditivas, normas, regulamentos e medidas de prevenção e controle.

Para o cumprimento das exigências da NR 35, a norma para trabalho em altura, a empresa precisa fazer um planejamento prévio e organizar-se para, então, executar as medidas protetivas para cada caso. Esse é um processo que demanda tempo e conhecimentos específicos e, por isso, as empresas têm recorrido às consultorias especializadas no mercado.

E você, precisa de alguma ajuda com o cumprimento das leis? Então entre em contato conosco para tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto!