Sua empresa pode ter um excelente serviço ou produto a oferecer para o mercado, todavia, se você não souber gerenciar adequadamente o negócio, é provável que não consiga explorar todo o seu potencial. Nesse sentido, a gestão de empresas é um fator determinante para garantir melhores resultados e o crescimento sustentável do negócio.

Além de trazer organização e permitir maior previsibilidade, a gestão de empresas garante maior segurança jurídica e traz elementos relevantes para a melhora no desempenho de todos os setores que integram a companhia.

Nesse sentido, elaboramos este artigo sobre gestão de empresas com foco nos aspectos trabalhistas de um negócio. Confira dicas importantes que vão ajudar na manutenção e organização dos encargos trabalhistas no seu empreendimento. Quer saber mais? Continue a leitura e descubra!

Jornada de trabalho

Um dos problemas enfrentados pelos gestores está na dificuldade de prever adequadamente qual é a demanda de trabalho de cada setor. A falta de previsibilidade impacta diretamente no quadro de funcionários, que, muitas vezes, precisam cumprir hora extra para deixar suas tarefas em dia.

À medida que tais jornadas extraordinárias se tornam mais frequentes, elas acabam impactando nas verbas da empresa. Isso acontece porque o funcionário que faz horas extras com frequência passa a ter direito de incluir essa verba no cálculo de férias, décimo terceiro e aviso prévio.

Além disso, o excesso na jornada de trabalho pode influenciar na produtividade do funcionário, o que é um aspecto negativo tanto para o trabalhador quanto para a própria empresa.

Nesse sentido, a primeira dica para uma gestão de empresas eficiente é a relevância de avaliar a necessidade de mão de obra e de uma boa gestão quanto à contratação de profissionais.

Uma dica para as empresas que têm demanda variável é optar pela contratação de trabalhadores temporários, que podem auxiliar a suprir as necessidades da companhia em períodos com maior demanda de trabalho.

Controle do ponto

O controle de ponto é considerado uma boa prática de gestão, uma vez que sua formalização permite maior segurança jurídica para a empresa, além de ser uma excelente forma de manejo do horário cumprido pelos colaboradores.

Dessa forma, a estratégia de gestão de controle de ponto também traz segurança jurídica para o negócio, além de trazer benefícios para o setor de Recursos Humanos, tais como o controle de entrada e saída, de horas extras, dias de folga etc.

Remuneração

A remuneração é, sem dúvidas, um dos temas que mais geram discussões judiciais envolvendo empresas e empregados. Nesse sentido, o empresário deve estar ciente das suas obrigações em relação ao pagamento da remuneração dos colaboradores, atentando para o cumprimento da legislação trabalhista.

Uma dica para os gestores é que eles busquem um equilíbrio financeiro, pensando na manutenção do negócio e na viabilização das contratações e das remunerações pagas aos seus colaboradores.

Além do salário-base, é necessário estar atento ao pagamento de todas as verbas trabalhistas que o colaborador tem direito: décimo terceiro, horas extras, aviso prévio, férias etc. Todas essas verbas devem ser pagas de acordo com a legislação e possíveis normativas específicas dos sindicatos de classe.

Contrato de trabalho

Por fim, quando se fala em gestão de empresas no âmbito da regulamentação trabalhista, o contrato de trabalho é um aspecto extremamente relevante. Muito embora muitos gestores optem por efetuar “pagamentos por fora” em razão do grande custo gerado pela burocracia e pela legislação trabalhista, essa prática não é adequada e pode causar prejuízos significativos em longo prazo.

Dessa forma, uma gestão eficiente deve considerar a importância de manter formalizados e registrados todos os pagamentos realizados com a respectiva assinatura da carteira de trabalho e o pagamento dos direitos a ela vinculados.

Essas práticas, além de evitarem a ocorrência de possíveis demandas trabalhistas, permitem que os gestores tenham mais segurança para execução das atividades.

A empresa deve adotar a prática de acompanhamento de todo fluxo trabalhista, identificando possíveis problemas antes que eles aconteçam e adotando medidas para reduzir o impacto de demandas oriundas dos colaboradores.

Gostou deste artigo sobre gestão de empresas? Então curta a página da Visio Gestão no Facebook e fique por dentro de outras dicas relevantes para o crescimento sustentável do seu negócio.