Absenteísmo e afastamento. Estão aí dois problemas graves em qualquer ambiente de trabalho, com custos elevados para o funcionamento da empresa e para a vida do colaborador, mas que podem ser evitados e controlados pela gestão.

Neste post vamos explicar as causas do afastamento, bem como a importância de identificar e controlar o problema. Além disso, vamos dar dicas de como reduzir a sua ocorrência, como o incentivo a atividades de lazer e atividades físicas e o investimento em feedbacks.

As causas de absenteísmo e afastamento

O absenteísmo, as faltas e os afastamentos dos trabalhadores no trabalho, são um grande transtorno para as empresas. De acordo com uma pesquisa de IBGE, tomando como base 2015, o Brasil perdia cerca de R$ 10 bilhões anuais com pagamentos previdenciários, pagos pelas empresas, devido aos afastamentos.

Esses afastamentos são causados tanto por fatores relacionados à vida privada do trabalhador (problemas conjugais, com filhos e parentes), quanto por problemas de saúde relacionados à rotina do trabalho. Estresse, depressão, assim como problemas ligados à postura ou repetições excessivas, estão entre algumas das principais causas de afastamento.

A falta de estímulo para continuar na empresa ou de perspectiva de carreira são fatores muito negativos, que favorecem o aparecimento do problema. Além disso, também é preciso ficar de olho em um ambiente de trabalho ruim (competitividade entre os colaboradores, pressão, exposição ao risco e à insalubridade).

Para a empresa, o absenteísmo traz quebras de rotinas produtivas com a necessidade de reposição temporária de trabalhadores ou até mesmo sofrendo com a ausência de pessoal para desempenhar determinadas funções. Quando a ocorrência do problema se torna sistemática, o resultado para as operações pode ser enorme.

Daí a necessidade de diagnosticar, com antecedência, problemas que levem ao afastamento ou faltas dos funcionários e de implementar medidas que combatam as suas ocorrências.

Como identificar absenteísmo e afastamento

É fundamental que os profissionais de chefia e supervisores de área estejam atentos ao comportamento dos profissionais subordinados. Avaliações individuais periódicas, com conversas reservadas com os colaboradores, podem trazer indícios de que o problema possa ocorrer, expondo tanto questões de saúde quanto psicológicas e motivacionais.

Também é preciso observar a exposição dos profissionais a situações de risco e a condições ergonômicas indesejadas, assim como ficar atento na forma como as relações interpessoais dos colaboradores está se desenvolvendo.

Em algumas situações, pode ser avaliado se o colaborador deve ser encaminhado para o setor médico ou para atendimento psicológico, caso a empresa conte com esses profissionais.

Como reduzir a ocorrência de absenteísmo e afastamento

Listamos aqui cinco ações que podem contribuir para o estímulo do funcionário no ambiente de trabalho.

Incentive momentos de lazer

Estimule dinâmicas que quebrem a rotina árdua do trabalho. Gincanas, olimpíadas esportivas, confraternizações, comemorações de aniversário e atividades similares contribuem para a integração entre os funcionários e para a melhoria do clima organizacional.

Incentive atividades físicas

Pessoas que praticam atividades físicas têm mais disposição e risco reduzido de desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Além disso, as atividades físicas contribuem no combate e na redução de depressão e ansiedade, problemas muito ligados ao afastamento.

Muitas empresas já contam com ginástica laboral, academia para os funcionários, equipes de corrida e até mesmo com ioga para os colaboradores.

Ofereça um plano de carreira

Trabalhadores que têm perspectiva de crescimento numa empresa se sentem mais estimulados a fazer o seu trabalho e colaborar para o desenvolvimento dela. A existência de um plano de carreira bem estruturado, pelo qual o colaborador vislumbre possibilidades de progressão a partir do seu mérito próprio, é outro elemento importante para reduzir casos de absenteísmo e afastamento.

Aposte em políticas de reconhecimento

Além disso, um profissional que tenha o reconhecimento da sua dedicação ao trabalho, recebendo bonificações, viagens e dias de folga, também tem menores chances de faltar.

Invista em feedbacks constantes e crie metas individuais

Como já pontuado, uma das práticas mais importantes para reduzir o problema do absenteísmo e afastamento é ter um acompanhamento individual constante do colaborador. Reuniões mensais de gestão, com avaliação das condições de trabalho, podem ser bastante proveitosas, pois o trabalhador fica com a sensação de estar sendo ouvido pela empresa.

Além disso, é possível trabalhar com o regime de metas individuais, a serem analisadas nessas reuniões de feedback, como maneira de estimular o trabalho. Metas cumpridas sempre trazem sensação de dever cumprido para os profissionais.

Utilize ferramentas de comunicação interna

Ferramentas de comunicação interna, como murais e boletins eletrônicos, podem ser utilizados para a valorização e reconhecimento dos funcionários com bom desempenho. Também podem servir para difundir boas práticas de cuidado entre os colegas de trabalho, da saúde física e mental.

Além disso, uma boa comunicação organizacional é fator-chave para reduzir ruídos e fofocas na empresa. Quando o gestor aponta exatamente aos colaboradores o que está sendo planejado para o futuro da empresa, temores equivocados sobre demissões e promoções, por exemplo, deixam de circular.

Invista em profissionais de psicologia

A contratação de um psicólogo ou um convênio com um profissional que possa atender os colaboradores da empresa pode ser um caminho muito útil. É preciso cuidar daqueles que precisam de um atendimento especial para superar quadros de ansiedade ou depressão. Além disso, um psicólogo oferece orientações sobre quais rumos profissionais seguir, seja na empresa, seja fora dela.

Os benefícios do engajamento de funcionários

Uma empresa com maior engajamento dos funcionários e menor existência de afastamentos é uma empresa com ambiente de trabalho mais saudável e estimulante. A redução dos índices de absenteísmo e afastamento reflete na melhoria da interação entre os colaboradores e na entrega de cada um para garantir melhores resultados para a organização. Como resultado, a empresa só tem a crescer e ter a produtividade elevada.

Nesse post abordamos o problema de absenteísmo e afastamento. Vimos quais são suas principais causas e quais medidas podem ser tomadas para que ele seja evitado.

Se você está interessado em saber mais sobre práticas para reduzir a ocorrência de absenteísmo e afastamento da sua empresa, entre em contato com a Visio Gestão e tenha todo suporte profissional para aprimorar o seu ambiente de trabalho!