Diante dos índices de desemprego ainda elevados, o bem-estar no ambiente de trabalho tende a ficar em segundo plano, já que é percebido como um luxo. Entretanto, essa é uma postura equivocada, como mostra uma pesquisa do Instituto Locomotiva. De acordo com o estudo, mais da metade dos brasileiros não está satisfeita em seus empregos.

Se o seu objetivo é aumentar a produtividade dos colaboradores e melhorar consideravelmente os resultados do seu negócio, continue lendo. Temos certeza de que você vai passar a ver a questão da qualidade de vida por um novo e surpreendente ângulo. Confira!

1. Ofereça um ambiente adequado

A ergonomia é o principal componente de um local seguro e confortável para trabalhar. Assentos, cadeiras e todo tipo de mobília nas estações de trabalho precisam ser projetados de modo a respeitar a boa conformação das articulações e preservar a postura corporal correta.

Desse modo, os riscos ocupacionais ligados à permanência em uma mesma posição por muito tempo são minimizados.

Além da questão da ergonomia, certifique-se de manter um ambiente sempre arejado, iluminado o bastante e agradável. Lembre-se de que é no trabalho que a maioria dos seus colaboradores e você mesmo passam a maior parte do seu tempo.

2. Cuide bem do clima organizacional

Embora a remuneração ainda seja apontada como um dos principais fatores de atração e retenção de talentos, o clima organizacional vem sendo cada vez mais valorizado. É o que comprova uma pesquisa da consultoria Talenses, segundo a qual o clima organizacional é o fator mais importante pelo menos no nível de direção. Esse quesito é apontado como prioridade por 67% dos entrevistados com tal perfil.

3. Estimule o cuidado com a saúde

Oferecer plano de saúde como benefício é sempre recomendável. Afinal, nunca se sabe quando será necessário um atendimento médico, seja de emergência ou ambulatorial.

Entretanto, nem tudo se resume a disponibilizar hospitais e tratamentos. Sai mais barato prevenir o surgimento de doenças ocupacionais do que pagar pelo afastamento do funcionário, não acha?

Medidas simples como promover pequenas sessões de alongamento orientadas por profissionais no escritório ou investir em ergonomia podem fazer grande diferença. Faça os colaboradores se sentirem importantes, mostre a eles que você está mais preocupado em evitar que fiquem doentes do que em pagar por assistência médica.

4. Incentive os colaboradores a praticarem exercícios

Já que estamos falando de prevenção, não há nada melhor para evitar doenças, problemas posturais ou lesões do que a prática de exercício físico. Para isso, a sua empresa poderá buscar convênios com academias de ginástica localizadas na região. Busque oferecer descontos atraentes e que façam os seus funcionários se sentirem estimulados a investir na sua própria saúde. Praticar atividades físicas é, antes de mais nada, um cuidado permanente com o bem-estar e a qualidade de vida.

5. Ofereça flexibilidade

Dependendo das atividades que os seus colaboradores exercem, não seria interessante flexibilizar a carga horária ou mesmo o local de trabalho? A nova legislação trabalhista já contempla o trabalho remoto, que é apontado como um importante fator de motivação e aumento na produtividade.

Promover o bem-estar no ambiente de trabalho é uma iniciativa que cabe aos gestores e às lideranças das empresas, em especial aos profissionais de Recursos Humanos. Cuide do seu maior patrimônio, as pessoas, e veja a sua competitividade aumentar!

Continue bem informado sobre os assuntos que dizem respeito às suas rotinas de RH. Acesse, agora, o artigo em que mostramos o que muda na NR 7 com o eSocial. Até a próxima!